Language

O atendimento imediato é sempre indicado para proporcionar um correto diagnóstico e tratamento adequado do traumatismo. Conheça abaixo os diferentes tipos de traumatismos que podem acometer dentes de leite ou permanentes, suas possíveis conseqüências e o que você pode fazer para evitá-los.

  • Tipos de Traumatismos Dentários – Avulsão

 

Nos casos de traumatismos dentários em que o dente sai completamente da boca da criança o tratamento variará dependendo se o dente é de leite ou permanente. Nos casos de dentes de leite raros casos podem ser indicados para reimplante, ou seja, geralmente a melhor opção será um aparelho com um dente artificial até o aparecimento do dente permanente.  Entretanto, quando o dente avulsionado é permanente, o tratamento ideal é o reimplante imediato do dente, ou seja, os pais, ou a própria criança podem relocar o dente no seu lugar de origem segurando somente pela coroa do dente e após lavá-lo em água corrente por 10 segundos. Caso a criança e sua família não se sintam seguros para realizar o reimplante, a orientação é de colocar o dente um copo ou recipiente com leite, soro fisiológico ou saliva e se dirigir imediatamente a um serviço de urgência odontológico para que o dentista reimplante o dente. Nunca colocar o dente em água do filtro ou de torneira. O sucesso deste tratamento é maior se dente for reimplantado nos primeiros minutos, diminuindo bastante após 1 hora. Entretanto o reimplante mesmo tardio deve ser estimulado, pois mesmo com um prognóstico ruim para a permanência do dente, isso pode favorecer as condições futuras para um implante.

  •  Tipos de Traumatismos Dentários – Subluxação

As subluxações são tipos de traumatismos dentários mais comuns nos dentes de leite. Um leve sangramento no sulco entre o dente e gengiva, dor ao toque ou mastigação e uma leve ou moderada mobilidade (mas o dente não muda sua posição) são os sinais clínicos deste trauma. Geralmente no exame radiográfico não se observa grandes alterações. O prognóstico geralmente é bom. Entretanto podemos aumentar as chances de sucesso tomando alguns cuidados relacionados com a Higiene Bucal e Dieta Alimentar nas semanas seguintes ao trauma. O uso de um gel ou solução à base de clorexidina a 0,12 ou 0,2% duas vezes ao dia durante uma semana favorece a cicatrização. A dieta líquido-pastosa é recomendada, pois o ligamento periodontal que sustenta o dente foi lesionado e necessita repouso para sua cicatrização. O ato de comer e mastigar normalmente pode agredir o ligamento e o feixe vásculo-nervoso, interferindo com sua cicatrização, contribuindo para um tratamento de canal futuro.

  • Tipos de Traumatismos Dentários – Fraturas coronárias

As fraturas coronárias podem ser variáveis em sua extensão. As menores fraturas são as trincas de esmalte. Nos casos de fraturas de esmalte geralmente não necessitam de intervenção. Nos casos de extensões maiores alcançando esmalte e dentina, tratamentos restauradores são indicados, provisórios ou definitivos, ou mesmo colagem de fragmentos. O tratamento endodôntico pode ser somado ao tratamento restaurador quando a fratura alcançar a polpa do dente. Deve-se sempre estar atento aos casos de associações de traumas das estruturas de suporte do dente às fraturas, o que geralmente pode modificar o prognóstico do tratamento.